16 fevereiro 2013

A Tristeza Vicia


Nem tudo é um pedido de socorro. Nem tudo gira em torno de você.
Nós sabemos a verdade, sempre saberemos, mesmo que você tente disfarçar com o tempo ou fingir uma risada. Você não sente mais nada além de uma profunda vontade de desaparecer. Suas alegrias não são suas, nem suas lágrimas, você não tem motivo para ambos. O que você sente ainda é a mesma coisa que à 3 anos atrás, não é? Se você se olhar no espelho irá perceber que também não mudou fisicamente, parece presa em um corpo infantil. A diferença é que agora você não pede mais ajuda. 
Ouça bem, cometa uma loucura, ande na corda bamba, mas saia do conforto da sua tristeza. Seus livros não irão te ajudar, não é real, pare de fingir pessoas e histórias e faça a sua própria. Mesmo que você não seja um bom escritor, mesmo que ninguém vá ler suas palavras, mesmo que sua história não seja maior que dois parágrafos. Ao menos escreva. Uma palavra é melhor que uma folha vazia, um sentimento rápido é melhor que essa anestesia que você se auto aplica. O tempo está passando e você estará sempre preso nele se não mover sua vida.

Com amor,
do monstro que lhe habita.  

Um comentário: